segunda-feira, 29 de agosto de 2016

Mahmud Asrar, artista de All-New, All-Different Avengers, confirma presença na CCXP

A CCXP – Comic Con Experience (www.ccxp.com.br), que acontece entre 1 e 4 de dezembro no São Paulo Expo, confirma a presença do quadrinista turco Mahmud Asrar, artista exclusivo da Marvel, inclusive na nova fase de quadrinhos da editora, lançada em setembro de 2015 chamada All-New, All-Different Avengers. A vinda do artista é uma parceria entre a CCXP e a Comix Book Shop, maior loja de quadrinhos do Brasil, que estará pela terceira vez no evento com um estande próprio e que também trará à CCXP os quadrinistas Alan Davis e Mark Farmer, já anunciados.

Algumas de suas obras mais notáveis incluem Dynamo 5, Star Wars Jedi: The Dark Side, Adventure Comics: The Atom, Supergirl, Indestructible Hulk, Wolverine And The X-Men and All-New X-Men. Nascido em 1976, em Ankara (Túrquia), Mahmud Asrar cresceu com a paixão em desenhar histórias em quadrinhos e se formou em design gráfico e animação (Hacettepe University e Anatolian University). A partir daí, seguiu a carreira nos quadrinhos e, desde então, tem trabalhado para as principais editoras do mundo, como Marvel, DC Comics, Dark Horse e Image.


Asrar chamou a atenção do escritor Jay Faerber através de seu trabalho na antologia independente Digital Webbing Presents, e por meio de uma recomendação do artista Ryan Ottley, que levou seu trabalho à série Dynamo 5 na Image Comics, em co-criação com Faerber. Na editora ainda trabalhou na obra Small Gods. O artista também desenhou She-Hulk: Cosmic Collision, uma one-shot escrita por Peter David, que foi publicada em 2008 pela Marvel Comics. Ele foi ainda o artista de Supergirl no reboot da série na DC Comics em 2011.

"Mahmud participou da renovação da DC Comics e hoje é um dos principais nomes da Marvel. Contar com um artista desse calibre é muito importante para a CCXP e para os fãs que poderão conhecer esse artista de destaque do mercado mundial de quadrinhos", ressalta Ivan Freitas da Costa, sócio da CCXP.

A 3ª edição da CCXP – Comic Con Experience acontece entre 1 a 4 de dezembro no São Paulo Expo, próximo à estação Jabaquara do Metrô, com conteúdos para fãs de quadrinhos, cinema, programas de TV, desenhos animados e outras áreas da cultura pop. Para adquirir ingressos no segundo lote promocional de ingressos e saber mais sobre o evento, acesse o site www.ccxp.com.br.
Read More

domingo, 28 de agosto de 2016

'A Outra Casa' é lançamento da nova dama do crime

Após o sucesso de A vítima perfeita, a Rocco traz ao Brasil o novo romance da autora aclamada internacionalmente por leitores e críticos como a dama do suspense psicológico contemporâneo. Em A outra casa, a inglesa Sophie Hannah reintroduz o casal de detetives que conquistou o público no livro anterior: o circunspecto Simon Waterhouse – aquele “capaz de acreditar no inacreditável” – e a mordaz Charlie Zailer, que desta vez se veem em meio a um sangrento quebra-cabeça, cujas peças centrais são paranoia, cobiça, traição e loucura.

Hannah insere o leitor no meio da ação: “Eu vou ser morta por causa de uma família chamada Gilpatrick”, diz a narradora logo na primeira frase. “Pelo menos eu entendo o porquê, finalmente.” E então recua uma semana, até uma noite em julho na qual Connie Bowskill não consegue dormir. Ela aguarda uma mudança na respiração de Kit para sair da cama sem ser notada. Sua cabeça está em outro lugar, em um endereço longe dali: rua Bentley Grove, número 11. 

Connie é incapaz de parar de pensar naquela casa. Conhece bem a fachada, pois já esteve diversas vezes na frente dela – hoje, inclusive. Foi quando deparou com a placa de “à venda” no jardim. Por isso, aproveitando o sono pesado de Kit, abre o laptop e entra em um site de imóveis. Lá está ela, a terceira da lista, anunciada por 1,2 milhão de libras. Há fotos internas. Mais do que isso, há a opção de uma visita virtual: começa por uma cozinha espaçosa e vira para uma sala de estar bem montada, com paredes brancas, um sofá em L... e uma mulher morta no chão, deitada de bruços, envolvida em um lago de sangue sobre o carpete bege.

 Acima de tudo, Sophie Hannah é uma leitora ávida, atenta e dedicada das grandes damas do crime. A leitura de A outra casa revela alguém que depurou sua arte junto a Ruth Rendell, P.D. James e Patricia Highsmith – tanto que foi selecionada pelos herdeiros de Agatha Christie (1890-1976) para dar continuidade aos mistérios do célebre investigador Hercule Poirot. Hoje, já pode ser considerada parte desse mesmo panteão que a formou.
Read More

sábado, 27 de agosto de 2016

Conheça 'Como tatuagem', romance de Walter Tierno


Um retrato empolgante e perspicaz das nossas vivências contemporâneas no amor, 'Como Tatuagem', de Walter Tierno é o novo lançamento da Editora Verus.

Artur é um cara rico, superficial e egoísta. Bonito e popular entre as mulheres, não tem o menor respeito por elas — sua vida amorosa se resume a colecionar parceiras na cama. Essa rotina de prazeres e privilégios é interrompida quando ele sofre um grave acidente de carro. Para ajudá-lo a se recuperar, sua mãe contrata a fisioterapeuta Lúcia. 

Desde criança, Lúcia sofre o preconceito que persegue os portadores de vitiligo. Sua mãe sempre esteve presente para apoiá-la e fazê-la enfrentar os obstáculos que a vida lhe impõe. De temperamento doce, porém decidido, Lúcia tem uma consciência peculiar e aguda sobre o mundo. Mas, quando se vê sem o amparo materno, suas certezas desabam. O encontro de duas pessoas tão diferentes vai gerar muito atrito, mas com o tempo Lúcia e Artur vão descobrir algumas das infinitas facetas do amor e, entre conquistas, medos, perdas e paixões, verão suas vidas transformadas para sempre.
Read More

sexta-feira, 26 de agosto de 2016

'Six of crows: Sangue e mentiras' é lançamento de ficção da Gutenberg



A OESTE DE RAVKA, ONDE GRISHAS SÃO ESCRAVIZADOS E ENVOLVIDOS EM JOGOS DE CONTRABANDISTAS E MERCADORES…

…fica Ketterdam, capital de Kerch, um lugar agitado onde tudo pode ser conseguido pelo preço certo. Nas ruas e nos becos que fervilham de traições, mercadorias ilegais e assuntos escusos entre gangues, ninguém é melhor negociador que Kaz Brekker, a trapaça em pessoa e o dono do Clube do Corvo.

Por isso, Kaz é contratado para liderar um assalto improvável e evitar que uma terrível droga caia em mãos erradas, o que poderia instaurar um caos devastador. Apenas dois desfechos são possíveis para esse roubo: uma morte dolorosa ou uma fortuna muito maior que todos os seus sonhos de riqueza.

Apostando a própria vida, o dono do Clube do Corvo monta a sua equipe de elite para a missão: a espiã conhecida como Espectro; um fugitivo perito em explosivos e com um misterioso passado de privilégios; um atirador viciado em jogos de azar; uma grisha sangradora que está muito longe de casa; e um prisioneiro que quer se vingar do amor de sua vida.

O destino do mundo está nas mãos de seis foras da lei – isso se eles sobreviverem uns aos outros. 
Read More

Meg Cabot volta à Genovia em Diário de uma princesa improvável (Vol. 1)



A série que encantou milhões de adolescentes ao redor do mundo continua por meio dos diários de Olivia, a irmã da Princesa Mia, em Diário de uma princesa improvável (Vol. 1). Editora Galera Record lança a nova série sobre a Genovia de Meg Cabot.

Olivia Grace Clarisse Mignonette Harrison é completamente normal. A única coisa que não é normal nela é seu nome (muito comprido e meio principesco), sua habilidade para desenhar animais (algo muito útil para sua futura carreira como ilustradora da vida selvagem) e o fato de ser quase órfã, pois não conhece o pai e depois que a mãe faleceu se vê forçada a viver com a tia e o tio (que quase a tratam como se ela fosse da família).

Até que num dia que tinha tudo para ser como os outros — totalmente normal — as coisas parecem sair do controle: a menina mais popular da escola ameaça bater em Olivia, o diretor ameaça lhe tirar um ponto e... uma limusine com a princesa da Genovia, Mia Thermopolis, surge do nada. A menina na verdade é uma princesa, meia-irmã de Mia, e finalmente poderá conhecer o pai, a avó, a Genovia, para então perceber que todos somos mais especiais que pensamos.
Read More

quinta-feira, 25 de agosto de 2016

Ms. Marvel - Nada Normal

de G. Willow Wilson e Adrian Alphona (Panini Comics)

Uma jovem muçulmana que vive com a família nos Estados Unidos, Kamala Khan talvez seria a pessoa menos provável a se tornar um super-herói. Dividida sua vida toda entre o consumismo e a pressão de ser adolescente em meio a uma cultura ocidental, e os aspectos mais rígidos de sua religião, a jovem precisa lidar com muitas coisas antes mesmo de ter poderes. Em Ms. Marvel – Nada Normal, o leitor acompanha a menina de New Jersey se tornando um ser extraordinário.


Sua rotina no início da história mostra uma personagem intrigante, que vive uma vida simples, mas que tem uma personalidade encantadora. Em seu dia a dia, ela convive com seus amigos, e tanta contornar o pai que é muito conservador. Quando ele não permite que ela vá a uma festa, ela foge para ir escondida. 



Ela acaba bebendo do copo de um amigo, e decide voltar sozinha para casa. Quando uma uma experiência com névoa terrígena atinge o local. Após desmaiar ela acorda dentro de um casulo, de onde sai transformada na Miss Marvel que ela conhecia da televisão e dos jornais, inclusive na aparência.

Primeiro a jovem imagina ter ingerido alguma substância alucinógena na bebida que consumiu, ou até mesmo ter ficado bêbada pela primeira vez. Kamala imagina que sonhou com os acontecimentos da noite, mas logo terá que aceitar sua nova realidade.



Uma inumana, ela precisa lidar de repente com a grande responsabilidade de ajudar as outras pessoas com o dom que recebeu. Nesse momento ela precisa aprender em quem pode confiar, e se questiona se sua família e amigos saberão lidar com a informação surpreendente de que ela agora é uma heroína, a Miss Marvel. 

O sucesso da adolescente inteligente, nerd e meio atrapalhada é garantido, não há como não se encantar pela personalidade forte e bem construída da personagem principal. O sarcasmo de Kamala, assim como seus questionamentos são muito reais, tornando-a uma das heroínas mais adoráveis da nova fase da Marvel nos quadrinhos.


Uma HQ direta e divertida, Nada Normal tem um traço muito moderno, e cores vivas impressionantes. A edição única pode ser encontrada em livrarias e bancas e tem a opção com capa dura. A história tem começo e meio, e abre possibilidades para as continuações já publicadas nos Estados Unidos e que devem chegar ao Brasil em breve.

Gostei demais dos quadrinhos, tanto pela arte e narrativa quando pela personagem principal, que superou as minhas altas expectativas. É uma leitura que recomendo a todos que gostam de quadrinhos e boas histórias, mas especialmente a quem estava morrendo de vontade de ver uma boa protagonista feminina, irreverente e surpreendente. 
Read More

quarta-feira, 24 de agosto de 2016

HQs da Editora Mino chegam ao Social Comics


O streaming de HQs Social Comics disponibiliza novas opções de leitura para os fãs de histórias em quadrinhos autorais. A plataforma fechou parceria com a Editora Mino, uma das principais do país, e vai passar a lançar títulos do seu catálogo para os assinantes. Quatro obras já estão disponíveis para os leitores: Harmatã, de Pedro Cobiaco, Perpetuum Mobile, de Diego Sanchez, Fungos: Bocó, de James Kochalka, e O Azul Indiferente do Céu, de Shiko.

“A proposta do Social Comics vem de encontro ao nosso desejo de disseminar os quadrinhos autorais a todos os públicos. Essa será uma parceria estratégica e muito importante em nossa empreitada”, comenta Janaína de Luna Larsen, editora-chefe da Editora Mino.


Fundada em 2014, a Editora Mino ganhou destaque no mercado nacional ao oferecer um catálogo de qualidade e um cronograma consistente de lançamentos. A proposta é publicar quadrinhos autorais que têm em comum uma personalidade marcante, tanto no traço quanto na narrativa.

“Para o Social Comics é uma honra enriquecer nosso catálogo com os excelentes títulos da Mino. Autores nacionais e internacionais de qualidade e um planejamento editorial impecável são marcas registradas da editora”, comenta Marcelo Bouhid, diretor de marketing do Social Comics.

Além das publicações desta editora, os assinantes também podem conferir quase 2.500 histórias em quadrinhos no formato digital. Para ter acesso a todo acervo, basta assinar o Social Comics por R$ 19,90 por mês. A plataforma digital, lançada em 2015 e pertencente ao Omelete Group, tem o objetivo de fomentar a indústria nacional de Histórias em Quadrinhos, utilizando o mesmo conceito do Netflix, mas para HQs. Os usuários podem testá-la por 14 dias gratuitamente.
Read More

O Livro dos Mortos Vivos

de Priscila Gorzoni (Editora Discovery)

O livro apresenta a origem de alguns mitos e histórias populares envolvendo vários tipos de mortos vivos como vampiros e zumbis. Como referência, a autora que é brasileira usa narrativas de literatura fantástica, assim como casos registrados na história e folclore de vários países.

Cada tipo de criatura ganha capítulos específicos, contando a origem, principais aparições desta criatura, incluindo lista de filmes e livros que você pode conferir, por exemplo, para quem gosta de vampiros. Entram na roda criaturas como fantasmas, o Frankenstein de Mary Shelly, Ghouls, lendas urbanas, além de uma infinidade de outros seres misteriosos e sobrenaturais que povoam histórias reais e inventadas.


Ganhei este livro de uma amiga, que imaginou que pelo tema o livro seria uma ótima leitura e bom para futuras referências, e também, porque adoro histórias sobrenaturais. No entanto, no fim a leitura não foi muito do que eu esperava. 

A autora infelizmente dá muitas voltas e enrola para contar as coisas mais simples, e acaba se repetindo demais, contando os mesmos fatos repetidas vezes, cansando o leitor com o que deveria ser uma leitura divertida e rápida. 

Também acho que a organização ficou confusa, misturando fatos da ficção com datas históricas, não deixando bem claro quais fatos são verídicos, e quais são inventadas e parte do imaginário através da ficção.

Quanto á edição do livro, que tem 80 páginas, a editoração é linda, com bordas detalhadas, fontes diferentes e muitas ilustrações, que complementam o texto. O livro porém tem um grave problema de revisão, com muitos erros de digitação e até mesmo de concordância, coisa que não costuma me incomodar, mas estava demais. 



No geral é um livro que tem informação variada e pode ser interessante para quem se interesse pelo assunto e estiver disposto a ignorar algumas coisinhas. Ele tem valor de capa de R$19,90, particularmente acho um valor alto por um livro que não entrega conteúdo à altura.  
Read More

Conteúdo Relacionado

© 2011 Uma Leitora, AllRightsReserved.

Designed by ScreenWritersArena