quarta-feira, 19 de janeiro de 2011

O Garoto no Convés

de John Boyne

O Garoto no Convés nos apresenta a história de John Jacob Turnstile, um órfão inglês de 14 anos, que no final do século 18 vive em às margens do porto na cidade inglesa de Portsmouth, tentando sobreviver de pequenos furtos. Sua história tem muitas nuances, sendo várias delas tristes, mas sua vida sofre uma reviravolta quando é embarcado em um barco a serviço do rei inglês, um navio chamado HMS Bounty se dirigindo ao Taiti com uma missão nobre para o Império Britânico. As dificuldades para John Jacob, que nunca esteve em um navio e nem conhece a supersticiosidade dos marinheiros em geral, são imensas. Ele será o criado do capitão William Bligh, um homem justo e que o ajuda apesar das suas inaptidões,  e como tal fica interado dos assuntos mais importantes à bordo, então é o único que compreende a sequência de fatos e descontentamentos que leva ao Motim do Bounty, evento famoso da história naval inglesa. (Antes que alguém venha dizer que isto é spoiler, saiba que o título em inglês do livro é "Motim no Bounty").
Toda a parte relacionada ao navio inluindo datas e tripulantes é real, sua missão e todos os fatos são históricos, fato que Boyne soube usar muito bem.
O Garoto no Convés segue a linha de narração de O Menino do Pijama Listrado, de mesmo autor. É um livro bastante extenso (quase 500 páginas), mas muito bom e assim que se conhece a história não dá vontade de largar o livro até chegar ao final. A única coisa que me desagradou foi a classificação errônea a respeito do livro, já que em todos os lugares em que a li a respeito ele foi classificado como "livro adolescente" ou "literatura infanto-juvenil", e já que ele foi lido para o Desafio Literário e o tema deste mês de janeiro era literatura infanto-juvenil eu o escolhi. No entanto, o livro mostra uma linguagem vulgar em certos pontos, algo que uma criança ou jovem de menos de 16 anos jamais deveria ler, há cenas do livro que são adultas demais, e a classificação dele não pode continuar sendo a mesma. Creio que este seja um engano comum em relação ao livro, porque quando enviei a lista ao Desafio, ele foi aprovado, prova de que há mais pessoas que o consideram literatura infanto-juvenil, provavelmente a confusão se dá por O Menino do Pijama Listrado ser infantil, e do mesmo autor. Esta classificação errada, entretanto não interfere na qualidade da narrativa, que é bem descrita e tem uma história bem desenvolvida.

Para conferir a minha lista no Desafio Literário Clique aqui.

8 comentários:

Marília Barros disse...

Gosto muito desse livro. Nunca vi alguém considerando-o infanto-juvenil (o que de fato é estranho), mas também não acho que um jovem com menos de 16 anos não deveria ler o livro, tanto que eu mesma li com 15... É pesado para crianças, mas não para adolescentes.

Paola Severo disse...

Se lá, é que acho que estava esperando uma coisa infanto-juvenil por isso fiquei tão surpreendida...

Elisandra disse...

Paola, engraçado quando fui me inscrever nesse desafio O Menino de Pijama listrado estava em juvenil e eu disse que colocaria em memórias, já que ele foi contado em fatos reais e ninguem foi contra...rsrs...realmente os livros desse autor poderiam ser todos memórias, já que são baseados em fatos reais...bem pelo menos é o que eu acho....rsrs...adorei suas palavras e havia tempo que eu queria ter uma opinião desse livro.

Beijokas elis!!!!!!

Paola Severo disse...

Que bom que gostou da resenha, quando ler resenha no A Magia e comparamos nossas opiniões!

Kycia disse...

Depois q li O menino do pijama listrado fiquei doida p/ ler O garoto no convés!!
Muito boa resenha!!
Bjos

Paola Severo disse...

Obrgada Kycia, também tive vontade depois de ler O Menino!

Vivi disse...

Olá, Paola. Gostei muito de ler o Menino do pijama listrado, e acho que talvez eu possa gostar desse também. A propósito, excelente participação!

Quantos as classificações, não há como indicar com 100% certeza se uma determinada obra é ou não pertecente a um gênero ou outro, afinal desconhecemos (leia-se: não lemos) uma boa parte dos livros escolhidos pelos participantes. Como também somos uma equipe pequena, vez ou outra, algumas falhas de escolhas referente às listas de alguns participantes devem ter passados despercebidas realmente. Lamento por isso. Contamos com a ajuda dos participantes para apontar tais falhas. Com base no exposto, é sempre bom que o próprio participante verifique se o seu livro se encaixa na temática proposta.

Beijocas

Larissa, Lara, Lalá, .... disse...

Eu li O menino do Pijama Listrado w gostaria de ler este tambem, boa escolha!

Postar um comentário

Conteúdo Relacionado

© 2011 Uma Leitora, AllRightsReserved.

Designed by ScreenWritersArena