quarta-feira, 27 de abril de 2011

Alice no País das Maravilhas e Alice Através Do Espelho E O Que Ela Encontrou Por Lá

de Lewis Carroll (Editora Zahar)

Em Alice no País das Maravilhas, a protagonista acaba seguindo um coelho branco até sua toca, e vai parar em um lugar desconhecido, onde nada é o que parece, e cada momento ela encontra personagens mais insólitos. Em Através do Espelho, Alice entra dentro do espelho e vai parar do outro lado, e ao sair caminhando vai parar em uma floresta, onde muita coisa acontece, inclusive o jogo de croqué da Rainha. 
Alice é uma das minhas personagens favoritas por sua vivacidade e caráter, apesar de ser apenas uma menininha. Este também é um dos meus livros favoritos desde que o li pela primeira vez, a cada vez me parece melhor. Ao contrário do que dizem, não o considero literatura infantil, mas também não acho que seja um livro adulto, é interessante para as crianças pelas cenas engraçadas e pela criatividade que desperta todo esse mundo desconhecido de descobertas de uma menininha perdida, mas tambem, para os adultos é legal entender os trejeitos da garota e dos outros personagens, e algumas tiradas que as crianças não entenderiam. É assim, dois livros em um só, por isso sua difícil interpretação.
Amo toda a riqueza desta história, a ficção de Alice criada por Carroll (pseudônimo de Charles Dodgson), mas também a história por trás do livro, a vida e a relação de Dodgson com a pequena Alice Lidell, musa inspiradora desta história. Para conhecer mais sobre Lidell, sugiro a leitura de "Eu Sou Alice", da Melanie Benjamin, livro que mistura a realidade com a ficção, mas conta fielmente a história de como Alice no País das Maravilhas foi criado, depois escrito e então publicado. 
As ilustrações nesta edição são as originais da primeira edição, feitas por John Tenniel em 1865. Além disso todo esse livro, da Editora Zahar está incrível, fisica e visualmente muito bonito, mas também a tradução está impecável, merecedora do Jabuti de melhor tradução em 2010.
Alice é um dos livros mais citado e usado como referência de todos os tempos, pelo fascínio que este mundo de sonho exerce sobre a maioria das pessoas, principalmente. Para as crianças, há a versão cinematográfica animada de 1951 da Disney, que é um dos clássicos para crianças de todos os tempos. Já de 2010 vem, a versão mais recente, dirigido por Tim Burton (um cineasta de filmes incríveis), conta a história de Alice que com 17 anos, terá que fazer um casamento que não quer e voltando ao País das Maravilhas depois de muitos tempo.

Abaixo os trailers das duas versões:





Para os que são fãs da obra de Carroll, como eu, a página manuscrita do primeiro capítulo de Alice, em versão dada de presente à menina Alice Lidell:

3 comentários:

Ana C. Nonato disse...

Olá!

Que linda relíquia! Alice, sem dúvidas, é um dos maiores clássicos da literatura mundial, além de ser um livro extremamente polêmico.
Excelente escolha!

Abraços!

Paola Severo disse...

Obrigada, que bom que gostou!

Diego França disse...

Uau... que encanto! Paola esse é o meu conto predileto desde muito menino!Assim como você - e tenho certeza que muita gente por aí- sou fã dessa obra incrível que, realmente, vai além de um conto infantil. Por isso a cada leitura uma descoberta nova,uma lição aprendida e um encanto a mais!

Bjux

Postar um comentário

Conteúdo Relacionado

© 2011 Uma Leitora, AllRightsReserved.

Designed by ScreenWritersArena