terça-feira, 12 de julho de 2011

A Garota da Capa Vermelha

de Sarah Blakley-Cartwright (Editora ID)

Em uma pequena vila chamada Daggorhorn, em uma época e lugar não especificados, a população convive com a constante ameaça de um lobo, para o qual precisam fazer sacrifícios em cada Lua Cheia, para evitar que ele cometa ataques. Valerie, uma moça do vilarejo está no centro de uma preocupação em relação ao animal, que atacou uma pessoa da vila. Sua avó tenta ajudá-la, aconselhando a não confiar em ninguém, e lhe dá de presente uma capa vermelha. Dividida pelos sentimentos por dois rapazes: Peter, seu amigo de infância que voltou para a aldeia depois de muitos anos, e Henry seu noivo rico ela tenta acertar suas escolhas. Ela precisa ainda conviver com a dor de uma perda na família, e com a chegada de Father Solomon, um caçador, que afirma que o lobo é uma pessoa da aldeia, um lobisomem e que ele descobrirá quem é. A apreensão de todos no lugar aumentaenquanto o tal caçador ganha importância.
É o tipo de livro que prende a atenção do leitor, não dá vontade de parar a leitura para nada, porque cada vez as dúvidas vão aumentando sobre quem é o lobo, e você se pega imaginando que poderia ser tal personagem, mas também poderia ser aquele outro. E cada vez mais a história vai ficando tão boa, que o que vai acontecer a seguir é impossível de prever! Realmente foi um livro bem escrito, e apesar de Sarah ter se baseado no roteiro que já estava pronto, ela conseguiu adicionar a emoção às cenas, porém em algumas partes ficou um pouquinho arrastada a leitura. 
A edição do livro é primorosa, linda, com detalhes no interior, e nas páginas dos capítulos. Mas quero usar este espaço para expressar uma indignação, não sei bem se foi a Editora ID que decidiu assim, ou se o livro veio da edição americana assim, mas acontece que o final do livro não está NO livro. Eu explico: o livro termina assim no vácuo, não explica quem é o lobo (o que você quer saber durante todo o tempo de leitura) e nem que fim terão os personagens. Você vira a página e encontra uma página que diz: "Leia o capítulo bônus no site da editora." Assim ó, eu li o livro em casa, em um sábado de manhã, sem internet. Apenas na segunda-feira a noite pude ler o tal capítulo "bônus" e digo, não é o capítulo bônus coisíssima nenhuma! É o ÚLTIMO CAPÍTULO DO LIVRO! Onde se explicam os mistérios, quem é o lobo, os personagens, tudo. Um livro realmente muito bom, mas não sei de quem foi a ideia de fazer isso, só que é horrível você estar tão envolvida na história e não poder saber o que acontece, como eu que tive que esperar dois dias para ler no site o que faltava.
O livro foi baseado no roteiro do filme de mesmo nome que foi dirigido pela Catherine Hardwicke, e esterlado pela Amanda Seyfried. Ainda não assisti, mas o trailer dá a entender que é um filme muito bom que tem toda a expectativa do livro só que em tempo reduzido! Vale a pena ver o trailer para conhecer a historia também do livro.
Este é um livro sobre o qual já falei bem para muitas pessoas, mas sempre alertando sobre o último capítulo que só está no site. É uma coisa que a maioria das pessoas não ouviu falar, uma coisa chata, mas que vale a pena ultrapassar para conhecer esta ótima história.

Trailer

3 comentários:

Ana C. Nonato disse...

Olá!

No começo achei bem legal a ideia, mas agora... rs. De qualquer forma, ainda quero ler o livro. TEM de ser melhor que o filme.
Bom, a sua resenha está muito bem fundamentada, explicada, entendida. Gostei! ;D

Abraços!

Tatah K. disse...

Oi!
Adorei sua resenha!Faz tempo que queria ler o livro, mas não sabia do detalhe do último capitulo =/
bjs

Paola Severo disse...

Mas o livro é muito bom, a história é incrível!, só tem esse detlahe...

Postar um comentário

Conteúdo Relacionado

© 2011 Uma Leitora, AllRightsReserved.

Designed by ScreenWritersArena